Softwares para transformar a gestão do seu negócio

Django/PostgreSQL: começando um novo capítulo…

8 de fevereiro de 2022 por André Traichel

Software

Escolher em qual framework desenvolver uma aplicação pode ser bem desafiador. No nosso caso, resolvemos migrar um dos nossos softwares para Django usando PostgreSQL.

Exemplo de código em Django

Após anos de supremacia interna do Ruby on Rails, está na hora de se aventurar em novos mares!

Claro, trocar a estrutura de uma aplicação que roda a anos e tem já um considerável banco de dados não é algo que se faça da noite para o dia. E como é algo diferente da rotina, resolvemos experimentar em uma das nossas soluções menores, no caso, o Paguei.

As mudanças

Este foi o segundo software que criamos aqui na Zanshin, em 2009. Desde aquele tempo, o sistema gratuito para finanças pessoais já teve algumas versões, começando no PHP e depois sendo migrado para o Ruby.

Como temos como objetivo aqui na empresa estarmos sempre inovando, decidimos que era hora de ampliar o conhecimento e expertise da nossa área de desenvolvimento e o Django foi o escolhido.

Segundo o site do Mozilla:

Django é um framework web Python de alto nível que permite o rápido desenvolvimento de sites seguros e de fácil manutenção. Construído por desenvolvedores experientes, o Django cuida de grande parte do trabalho de desenvolvimento web, para que você possa se concentrar em escrever seu aplicativo sem precisar reinventar a roda. É gratuito e de código aberto, tem uma comunidade próspera e ativa, ótima documentação e muitas opções de suporte gratuito e pago. 

Como muitas empresas tem adotado este método, nada melhor que aproveitar a onda!

Mas não foi apenas esta mudança. Atualmente, nosso software tem como banco de dados o MySQL. No entanto, outros dois produtos nossos (Dojoweb e RollClass) possuem sua estrutura baseado no banco PostGreSQL, um banco mais robusto e mais utilizado pela sua estrutura de esquemas.

Então nos pareceu coerente já aproveitar para migrar o banco de dados do Paguei também, montando assim toda uma programação nova.

Além disso, na parte do frontend também mudamos, utilizando o Vue para trazer mais dinamismo à interface que o usuário utiliza.


Estas mudanças devem entrar no ar em 2022, como parte da nossa programação de novidades. A migração será automática para todos os usuários ativos do sistema e com ela, esperamos criar novas funcionalidades e ampliar o nosso conhecimento e métodos!